Robert fala sobre o fim da Saga

Tornar-se um queridinho de Hollywood nunca esteve na lista de afazeres de Robert Pattinson. Mas ele se tornou um dos maiores ídolos adolescentes do mundo.

É verdade que o garoto pôster continua sendo idealizado por seu papel como o vampiro Edward Cullen, par da Bella Swan de Kristen Stewart, na série mundialmente popular, Crepúsculo.

E o filme blockbuster de fantasia mantém o sua energia, com o lançamento de A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 1 em 18 de novembro, seguido da Parte 2 em novembro de 2012.

Certamente, a loucura Twi-hard não parece cessar.

Baseado nos best-seller de Stephenie Meyer, os três primeiros filmes – Crepúsculo, Lua Nova e Eclipse – arrecadaram mais de $1,8 bilhões, enquanto os controversos filmes de Amanhecer podem adicionar outro bilhão aos cofres.

Lembrando o ator de 24 anos que ele deve aturar no mínimo mais dois anos de adoração de fãs devotados o traz uma careta a seu rosto.

“Nenhum de nós imaginou que Crepúsculo seria tão grande,” admite Pattinson durante uma entrevista em LA para promover Eclipse.

Abrangente como o fenômeno se demonstrou, o ator foi esperto o bastante para atuar em gêneros diferentes pelo caminho.

Ano passado, ele estrelou o drama romântico, Lembranças, com Emilie de Ravin, Lena Olin, Chris Cooper e Pierce Brosnan.

Estrelando mais tarde ainda este ano no controverso papel do patife do século XIX, no filme de censura 18 anos adaptado do livro de Guy de Maupassant, Bel Ami. “Foi muito divertido de fazer, porque ele é um personagem completamente amoral.”

E tem o seu personagem na adaptação do livro da autora nascida em Vancouver, Sara Gruen, no filme Water for Elephants.Nos cinemas em 22 de abril [EUA], o melodrama dirigido por Francis Lawrence conta as aventuras de Jacob, interpretado por Pattinson, um estudante de veterinária que abandona sua vida de classe média depois da morte de seus pais em um acidente de carro. Jacob se junta a um circo para ajudar a cuidar dos animais, mas se vê envolvido na disfunção de sua nova família substituta.

Reese Witherspoon interpreta Marlena, a estrela do show eqüestre do Show Mais Espetacular da Terra doos Benzini Brothers, e objeto de afeição de Jacob. Christoph Waltz interpreta o charmoso marido de Marlena, que é na verdade um sádico treinador de animais e apresentador do circo.

“Eu gosto que Jacob entra em no trem em um momento de desespero e encontra algo diferente,” diz Pattinson sobre seu personagem. “Ele acaba se apaixonando pela a estrela do circo, que também é a esposa do apresentador, e o caos se instala.”

Além do tumulto amoroso, o ator apreciou a representação dos Estados Unidos da década de 30. De algum modo, foi familiar ao ator nascido em Londres.

“Eu sempre tive uma afinidade com aquela era,” ele diz. “Eu sempre quis fazer um filme sobre esse período, e estou feliz que fiz. Acredito que foi algo sólido.”

Até as cenas de beijo deram certo entre a Witherspoon de 1,58 m e o Pattinson de 1,85 m, um curvado assumido. “Eu tenho uma postura ruim,” ele diz.

Ainda assim, a câmera já o amava. No início, na adolescência, ele fez vários trabalhos como modelo em Londres, graças ao seu olhar intenso, sua beleza e sua mãe, Claire, que trabalhava na agência de talentos.
Durante esse período, ele também se apresentou nas produções do teatro de seu bairro e brincou com a música pop, cantando e tocando violão em bares perto de casa.

Enfim, ele encontrou um agente e surpreendeu até a si mesmo quando conquistou o cobiçado papel em Harry Potter e o Cálice de Fogo, interpretando o amaldiçoado Cedrico Diggory.

Depois de derrotas 5.000 outros candidatos a Edward, ele assinou para interpretar o vampiro no tumulto, conectando com a Bella de Stewart tão bem que existem rumores de um suposto romance por trás das câmeras continuam até hoje.

Antes das fofocas e do lançamento de Crepúsculo, ele lembra apenas desejar que um filme independente americano em seu currículo ajudaria a abrir portas na América do Norte. Ele não viu o que o esperava.

Rindo de sua ingenuidade na época, ele diz que aprendeu lentamente a lidar com a atenção sem fim da mídia e a exposição constante por fãs online. “É incrível que eles tenham informação tão rapidamente,” Pattinson fala sobre os sites. “Às vezes eu os checo, apenas para me lembrar da minha agenda.”

“Eu tenho que admitir que é estranho estar em Crepúsculo, porque muito de ser fã está em ser parte de uma comunidade. As pessoas foram aos sets de outros filmes que fiz, e tiram fotos, você sabe que vai estar [na internet] em cinco segundos.”

Em alguns anos, Pattinson diz acreditar que os fãs irão migrar para o próximo grande fenômeno. “Eu sempre achei que se algo explode muito rápido, leva o mesmo tempo para as pessoas pensarem em outra coisa.”

Quando eles o fizerem, o ator tem alguns planos pós-Crepúsculo que guarda para si mesmo. Se ele vai poder realizá-los será o seu próximo capítulo.

Ele será ofuscado por Edward?

“Eu não sei. Como sempre, não faço idéia – mas espero que não.”

Via: NoticiasRP
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s